Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Rolar para cima

Topo

As 5 piores cidades para passar o dia dos namorados

As 5 piores cidades para passar o dia dos namorados

|   01, jun 2015

FacebookTwitterGoogle+PinterestEmailWhatsApp

Por mais que seja muito bom viajar com seu amor, tem lugares que não tem jeito: não são nada inspiradores de romance. Nós passamos por muita coisa juntos na estrada, por muitos lugares diferentes nessa vida e não somos um casal propriamente romântico. Mesmo assim, descobrimos e concordamos que uma paisagem bonita, uma cidade bem cuidada e bons lugares pra comer e dormir podem sim fazer a diferença numa viagem de casal. É que esses detalhes interferem diretamente em nosso humor, ânimo e disposição para namorar. Pensando nisso, resolvemos listar os piores lugares para passar o dia dos namorados.

boring_couple

Vejam bem, não estamos discutindo o valor histórico e cultural desses lugares, e muito menos a dignidade das pessoas que vivem ali. Estamos apenas alertando para a falta de glamour e aversão ao chamego que esses lugares podem causar. E claro, essas são opiniões baseadas em nossa experiência, a sua pode ser totalmente diferente, não custa lembrar.

1. Santa Cruz de La Sierra, Bolívia

piores-cidades-para-passar-o-dia-dos-namorados-01

Era nosso primeiro mochilão juntos, e também a primeira vez fora do Brasil. O nível de expectativa estava nas alturas e quando chegamos lá foi uma sofrência só. Entramos quase em estado de choque ao ver as ruas incrivelmente sujas, comidas ao relento nas calçadas e um cheiro de frango frito que ficou impregnado até hoje em nossas roupas e cabelos. Andamos horas em busca de um lugar pra jantar acabamos nos rendendo à boa, velha e junk combinação de rufles com coca-cola pra não passar fome. Ainda bem que foi só uma noite antes de seguir viagem para La Paz!

2.Potosí, Bolívia

piores-cidades-para-passar-o-dia-dos-namorados-02

Não temos nada contra a Bolívia, adoramos o povo e sua cultura e pensamos seriamente em voltar lá, quem saber repetir o nosso primeiro mochilão na melhor idade. O lance aqui é o clima árido, a vida dura das pessoas e a falta de passeios agradáveis. Tirando o centro histórico {que vale a pena conhecer}, o que sobra é o duvidoso passeio pelas minas, principal atrativo turístico da cidade. Todos os dias dezenas de turistas se embrenham montanhas adentro pra ver de perto os trabalhadores da mineração. E as condições são as piores possíveis. Nós desistimos de fazer o passeio imaginando que seria estranho turistar no mesmo lugar em que pessoas estão se matando de tanto trabalhar por muito pouco, de modo claustrofóbico e desumano.

3. Hanói , Vietnã

piores-cidades-para-passar-o-dia-dos-namorados-04

Saiba mais sobre a frenética Hanói

Anos mais tarde, já experientes e calejados pelas viagens, fomos paro o Sudeste Asiático, um lugar fantástico e cheio de surpresas agradáveis. Aqui o problema não foi a comida, pelo contrário, a comida vietnamita é muito boa. O fator stress aqui é o barulho e a poluição da cidade. Ao andar pelas ruas de Hanói, a sensação é de que todas as ruas são como a 25 de março, em São Paulo, um verdadeiro caos urbano, algo atordoante mesmo. Tanto que a ideia inicial era ficarmos 4 dias, mas só aguentamos 2. Hanói tem sim seu charme, que está nos pequenos detalhes, mas não é um destino romântico.

4. Phnom Penh, Camboja

piores-cidades-para-passar-o-dia-dos-namorados-03

Nos surpreendemos com a praia no Camboja

Os campos de concentração do Camboja

Fora do Palácio Real, que é magnífico, e nos arredores do miolinho que concentra os hotéis e restaurantes turísticos, o que se vê pelas ruas é algo realmente triste, impactante. Muita gente mutilada pelas minas terrestres pedindo dinheiro, trânsito caótico e sujeira. Mais uma vez, é fantástico conhecer a realidade e História de cada lugar e certamente iríamos de novo, porém, a menos que vocês fiquem trancados no quarto do hotel, definitivamente Phnom Penh não é um destino romântico. Aliás, o Camboja inteiro guarda as marcas de uma história recente permeada pela pobreza e violência.

5.Trujillo, Peru

piores-cidades-para-passar-o-dia-dos-namorados-06
Apesar de ser um lugar de praia, Trujillo não é uma cidade bonita. Tirando a Praça Central, muito bem cuidada e rodeada de construções coloniais coloridas, o que vemos ao redor é um trânsito caótico, prédios caindo aos pedaços e uma orla cor de burro quando foge. Talvez seja por estarmos acostumados com praias que mais parecem cartões postais, mas o fato é que a paisagem é muito monocromática, e o verde e azul fazem falta na hora de passear na beira da praia.

Trujillo e Huanchaco: História, Arqueologia e Surf no Peru

6. Bônus: qualquer grande centro urbano da Índia

trem_india
Ainda não encaramos a Índia, pois não nos sentimos 100% preparados. Talvez ninguém nunca esteja, mas dizem que ela chama na hora certa de cada um. Resolvemos colocar a Índia aqui com base no que já vimos a respeito e na pequena amostra que tivemos no Camboja. Acreditamos que seja o lugar mais incrível de todos pra conhecer e seguimos sonhando com esse dia, mas já imaginando que não vai ser uma viagem favorável ao romance.

Veja também:

Uma droga chamada viagem
7 dicas para sobreviver a um mochilão a dois


  • Quer receber mais dicas de viagem?

    Então curta nossa página no Facebook
    Siga @DaPortaPraFora no Twitter
    Veja nossas fotos no Instagram

  • Comentário

    Enviar comentário