Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Rolar para cima

Topo

A primeira vez em um coffee shop de Amsterdã

A primeira vez em um coffee shop de Amsterdã

|   30, set 2014

FacebookTwitterGoogle+PinterestEmailWhatsApp

Quando viajei pra Amsterdã tinha uma grande dúvida sobre os coffee shops, como funcionam, se realmente é liberado para qualquer um, etc. Como sou bastante tímido e estava viajando sozinho, meu receio de não saber o que fazer ao entrar em um desses estabelecimentos ficava ainda maior. Ainda assim não poderia deixar passar a chance de conhecer algo tão diferente, (que depois já nem me pareceu tanto assim). Afinal, viajar é viver novas experiências.

Caminhando pelas ruas de Amsterdã, assim como em outras cidades europeias, percebi algo logo de cara: ninguém te olha, ninguém te mede. Tem gente de tudo que é jeito na cidade, dos mais diversos estilos, e dificilmente alguém vai receber um olhar torto apenas pela sua aparência. Por mais bobo que possa parecer, isso já é algo que me tranquilizou na hora de entrar em um coffee shop. Pode ficar sossegado, ninguém vai estar te vigiando ou reparando no tipo de estabelecimento que você frequenta.

Coffee Shop
 

Outra coisa bem legal é que muitos ao pensarem em coffee shops imaginam porões escuros, lugares abandonados, com gente drogada caída no chão. Não é assim. Aliás, não é nada assim. Existem coffee shops de vários tipos: lounges, alguns com jeitão de balada, bares com ecléticos tipos de música e cafeterias. Lugares propícios pra ler um livro, tomar uma bebida qualquer e fumar um cigarro de maconha. Muitos com ambientes bem familiares aliás. Ou seja, escolha o que mais combina com seu estilo e entre tranquilamente.

Coffee Shop
 

Caminhando sozinho pelas ruas da cidade na primeira noite, passei em frente de um que achei bem legal, ambiente simples, bem decorado, não estava muito cheio. Decidi entrar. Surgiu aí mais uma dúvida: como fazer o pedido? Claro que super acostumado o atendente já percebeu que eu era turista e muito simpático começou a conversar comigo, me mostrou um cardápio com todos os tipos de ervas, explicando cada uma. Como tudo é regulamentado pelo governo, você tem a opção de escolher dentre vários tipos de maconha. Desde algo que te deixe mais introspectivo a algo para dar muita risada e socializar com amigos. Podendo inclusive já comprar tudo pronto pra consumir – leia-se “bolado”. Coisa de primeiro mundo. Escolhi uma das opções, pedi um refrigerante e sentei numa mesa ao lado de um senhor de terno lendo jornal e fumando o seu cigarro. Super tranquilo! Lembrando que a maconha na Holanda só pode ser utilizada dentro dos coffe shops.

Coffee Shop
 

Para quem frequenta os bares do Brasil, alguns cheios de pessoas bêbadas falando alto e muitas vezes querendo confusão, vai se surpreender com a atmosfera pacífica dos coffee shops de Amsterdã. Eu que não bebo álcool e dificilmente frequento bares e baladas pelos motivos citados acima, fiquei impressionado. Tudo funciona muito bem dentro desses cafés. Dias mais tarde em Amsterdã, já ambientado, fui conhecendo outros coffee shops, experimentando outros produtos como brownies, bolos e cervejas. E tudo sem medo de estar consumindo algo danoso, pois tudo é muito bem fiscalizado.

Coffee Shop
 

Super recomendo pra quem tem vontade e curiosidade de experimentar. Agora, se você está pensando em ir pra Amsterdã achando que vai ficar muito louco e sair na rua causando baderna após uma passada em um coffee shop, minha dica é: fica por aqui mesmo bebendo sua cervejinha e tudo bem. Para os que acreditam que podemos não ter razão em tudo e querem ver como outras coisas funcionam em outros países: vai sem medo, converse, aprenda e curta a vontade, com respeito e alegria. Pode ser uma experiência bem divertida. Boa viagem!

 

Obs.: Esse não é um post de incentivo ao uso de drogas. É apenas o relato de uma experiência. Cada pessoa deve saber, dentro dos seus conhecimentos, o que deve ou não fazer.

E você, já teve alguma experiência em um coffee shop? Conta pra gente aqui nos comentários!


  • Quer receber mais dicas de viagem?

    Então curta nossa página no Facebook
    Siga @DaPortaPraFora no Twitter
    Veja nossas fotos no Instagram

  • Comentário

    1. tiago

      oi gustavo, estou indo pra amsterdam daqui alguns messes e tenho vontade de ir em um coffe shop e experimentar a maconha, so fumei uma vez na vida muito tempo, queria uma dica tua qual e a maconha que vem pronta pra ser fumada sao esses pre rolls que tem no cardapio? e uma indicão de tipo para dar aquele momento de descontração, vl.

    2. Gilberto Henrique Tenca

      Caro Gustavo, realmente é exatamente como você falou acima, eu estive em Amsterdã no ano de 2012, também fui só e aconteceu comigo mais ou menos o que aconteceu com você, e no final foi muito legal, eu fiquei nove dias lá e foi uma experiência muito bacana.

    3. Ricardo

      Boas, chamo-me Ricardo estou a pensar fazer, em setembro, uma viagem com uns amigos a amesterdam. Todos fumamos maconha recriativamente e queríamos experimentar as coffe shops em amesterdam e visitar a cidade, no entanto, eu sou o único que ainda não atingiu a maioridade (Tenho 17 anos e meio. Faço 18 em Dezembro). Queria saber se a entrada nas cofee shops tem uma regulamentação muito apertada ou se serão capazes de deixar passar, visto que todos os meus amigos teem mais de 18 e eu estarei quase a completá-los em Dezembro.

    Enviar comentário