Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Rolar para cima

Topo

Comida de rua

Comida de rua – Comer ou não?

|   12, jun 2013

FacebookTwitterGoogle+PinterestEmailWhatsApp

Uma das grandes questões para viajantes, especialmente para mochileiros sem muito dinheiro, é a comida de rua. Realmente é perigoso comer essas comidas preparadas na hora no meio da rua? Essa questão fica ainda mais importante quando se viaja para países  pobres como da América do Sul e da Ásia, já que algumas vezes você não terá muita opção, ou é a comida feita na rua ou gastar mais mesmo.

Difícil encontrar um viajante que nunca tenha tido a famosa “dor de barriga” em alguma viagem, ou mesmo algum mochileiro que não volta mais magro depois de um mês viajando. Por outro lado, na maioria das vezes onde tem uma barraquinha de comida típica, tem uma roda de turistas experimentando, sem medo algum do que pode acontecer. Afinal, street food, comer ou não comer?

Depois de algumas experiências negativas, como na Bolívia onde fiquei mais de 15 dias passando mal, e positivas, como no Sudeste Asiático, onde comi todo o tipo de comida de rua por quase dois meses sem problema algum, penso que a resposta é simples: comer sim, mas com cuidado!

Afinal de contas, uma das partes mais legais de quando se conhece outra cultura é justamente experimentar sua culinária. Uma viagem não estará completa se você for embora com vontade de experimentar algo por medo de passar mal. E em determinados lugares, os aromas dessa culinária são tão intensos e gostosos que fica difícil não ter vontade.

E quais seriam esses cuidados? Ficar atento as condições de higiene do lugar é uma primeira dica, ainda que seja difícil colocá-la em prática, já que a maioria dessas barraquinhas de rua não cumpre todas as exigências de higiene que as quais estamos acostumados.

Outro cuidado importante seria prestar atenção na rotatividade da clientela desse lugar, uma vez tendo muita gente consumindo, os ingredientes estarão sempre frescos. As comidas de rua de Bangkok por exemplo, especialmente na Khao San Road, principal reduto de mochileiros na cidade, estão sempre frescas, pois é tanta gente consumindo que nem dá tempo de estragar!

Outras dicas: evitar alimentos que estragam muito rápido, como carnes por exemplo. Respeite o seu corpo, se você não se dá muito bem com alimentos gordurosos, não saia comendo qualquer fritura pela rua.

Por fim, se nenhuma dica ajudar e o problema aparecer, tome muita água, e descanse o máximo possível. O próximo dia vai ser melhor!


  • Quer receber mais dicas de viagem?

    Então curta nossa página no Facebook
    Siga @DaPortaPraFora no Twitter
    Veja nossas fotos no Instagram

  • Comentário

    Enviar comentário