Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Rolar para cima

Topo

Canal de Beagle: navegação na Terra do Fogo e dos pinguins

Canal de Beagle: navegação na Terra do Fogo e dos pinguins

|   12, jul 2013

FacebookTwitterGoogle+PinterestEmailWhatsApp

O Canal de Beagle liga os oceanos Atlântico e Pacífico, e sua porção oriental marca o limite entre o Chile e a Argentina. É também um dos principais pontos turísticos de Ushuaia, a cidade mais austral do mundo e também chamada de a cidade do fim do mundo.

Navegar pelas águas geladas do Canal de Beagle rodeadas de montanhas nevadas é um passeio muito agradável e emocionante. Além da sensação de estar no “fim do mundo”, e, pertinho da Antártida – menos de 1000 km, as belas paisagens são inesquecíveis. Durante a navegação, é possível ver diversas colônias de aves e leões-marinhos.

O trajeto mais tradicional dura cerca de 6h e passa pela Isla de los Pájaros, onde é possível ver uma colônia de aves marinhas, em sua maioria cormoranes reais e imperiais, aves caçadoras que podem mergulhar a até 30m em busca de seu alimento. Depois passa pela Isla de los Lobos, onde é possível ver de muito perto (e sentir o cheiro não muito agradável) centenas de de leões marinhos, desde os grandões até filhotinhos fofos.

Navegando mais um pouco chega-se ao famoso Faro les Eclaireurs, que por ser o farol mais austral do continente é mais conhecido como o Farol do fim do Mundo.

E por fim, o ponto alto do passeio: Pinguinera Isla Martillo. São milhares de pinguins-de-magalhães literalmente “curtindo uma praia” na Patagônia. É curioso ver como os pinguins nos olham com a mesma curiosidade que olhamos pra eles. Além disso, Constatar como são são desengonçados quando andam e extremamente ágeis e brincalões na água. Fora o privilégio de vê-los em seu ambiente natural.

Observações e dicas importantes:

  • Há um trajeto mais longo que é feito somente no verão que passa por uma pinguinera e um mais curto que é feito no inverno que não passa pela pinguinera.
  • Você pode comprar o passeio tanto nos quiosques das empresas em frente ao porto ou em uma das inúmeras agências de turismo no centro da cidade.
  • O tempo em Ushuaia, assim como em toda a Patagônia, é bastante instável, podendo alternar rapidamente e várias vezes ao dia entre períodos de chuva e sol. Esteja preparado com roupas adequadas e leve sempre um casaco corta-vento.
  • Não existem vôos diretos para Ushuaia partindo do Brasil: você terá que ir até Buenos Aires e pegar outro vôo.

Se quiser saber um pouco mais sobre a Patagônia e suas paisagens de tirar o fôlego, clique:
Torres del Paine – Patagônia Chilena
O Glaciar Perito Moreno – Argentina


  • Quer receber mais dicas de viagem?

    Então curta nossa página no Facebook
    Siga @DaPortaPraFora no Twitter
    Veja nossas fotos no Instagram

  • Comentário

    Enviar comentário