Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Rolar para cima

Topo

A trilha para o Glaciar Grey - Torres del Paine

A trilha para o Glaciar Grey – Torres del Paine

|   02, jul 2013

FacebookTwitterGoogle+PinterestEmailWhatsApp

O famoso Circuito W, no Parque Nacional Torres del Paine, é certamente uma das mais lindas e impressionantes travessias do mundo (a mais bonita que já fiz!) com alta diversidade de paisagens. Embora seja necessário um certo preparo físico, não é preciso ser atleta para fazer esse circuito, ainda mais se você for dormir e comer nos refúgios.

Mapa do Circuito W

O Circuito W – Informações técnicas:

  • Características gerais: travessia com características de montanhismo, médias e longas distâncias, algumas inclinações acima de 45° durante o trajeto;
  • Distância: cerca de 62 Km de trekking ao total;
  • Há vários pontos de água nas trilhas, mas é sempre bom andar com uma garrafinha e ir reabastecendo;
  • Nível de dificuldade: moderado na maior parte, e intenso em alguns pontos;
  • Altitude mínima: 200 metros no Paine Grande;
  • Altitude máxima: 1200 metros na base das Torrres del Paine.

 

A trilha para o Glaciar Grey

Vista do Lago Pehoé

Este trecho pode ser a 1ª ou a última “perna do W”, dependendo de qual lado você começa o circuito. Tem 11 km e pouco desnível. Sai do acampamento Paine Grande, no lago Pehoé em direção ao acampamento Grey.

Pássaro descansando no meio da trilha

Rio Olguín

A trilha começa bem plana em meio a um desfiladeiro que aos poucos vai se alargando, e após uns 45 min de caminhada passa pela Laguna dos Patos. Depois de aproximadamente 40 min caminhando tem mais uma subida, cujo topo tem uma vista deslumbrante do Lago Grey, que reflete as montanhas da cadeia Olguín durante quase todo o resto do percurso. O Lago Grey é mais um dos lagos do parque cujas águas são provenientes do degelo. Além disso, também é possível avistar ao longo do lago diversos icebergs que se desprendem do Glaciar Grey.

Lago Grey

Lago Grey

O mirante para o glaciar marca a metade da trilha entre os Refúgios Paine Grande e Grey. Depois daí a paisagem não muda muito, exceto pela vista cada vez mais próxima do glaciar.

Vista do Glaciar Grey a partir do mirante

Pronto, você chega e pode desfrutar de uma paisagem magnífica: o majestoso Glaciar Grey e seus milhares de pedaços de gelo em todos os tamanhos. Coisa mais linda de se ver. Também é possível avistar vários condores sobrevoando o local. Aproveite pra descansar e contemplar.
São 22 km de ida e volta, quase 8h de caminhada, mas certamente a paisagem tira mais o fôlego do que a caminhada.

Blocos de gelo do Glaciar Grey

Pra quem vai acampar, há alguns campings gratuitos, mantidos pela Corporación Nacional Florestal-CONAF. Os refúgios também possuem local para acampar (variando entre 4.000 e 5.000 pesos chilenos), alguns com abrigo e água quente pra cozinhar.

Mais informações do Parque Torres del Paine e Circuito W:
Torres del Paine – Patagônia Chilena
A trilha para as Torres del Paine
A trilha para o famoso Vale do Francês


  • Quer receber mais dicas de viagem?

    Então curta nossa página no Facebook
    Siga @DaPortaPraFora no Twitter
    Veja nossas fotos no Instagram

  • Comentário

    1. Dennise

      Olá, Adriana! Excelente seu post, principalmente ao tempo percorrido!
      Por acaso voce fez essa trilha como parte do circuito? Ou fez a trilha como um bate e volta!
      Estou indo para o parque em novembro, e estamos programando fazer a trilha Las Torres, depois um dia inteiro percorrendo de carro e temos mais um dia e uma noite! Voce acha possível fazer a trilha em um dia só? Sem necessidade de dormir em algum refugio? Chequei os horários da navegação do lago pehoe, e tem saída as 9h30 e retina as 18h! Não sei se daria tempo!
      Eu já tinha desistido de fazer essa trilha, mas suas fotos sao incríveis e somos muito mais uma trilha do que navegação!
      Um abraço
      Dennise

    Enviar comentário