Image Image Image Image Image Image Image Image Image Image
Rolar para cima

Topo

A trilha para o Vale del Francês em Torres del Paine

A trilha para o Vale del Francês em Torres del Paine

|   06, jul 2013

FacebookTwitterGoogle+PinterestEmailWhatsApp

A trilha para o Vale del Francês

O caminho para o Vale del Francês corresponde ao meio do circuito W no Parque Nacional Torres del Paine.
A trilha é uma subida de 7,5km a partir do Camping Italiano, com uma previsão de 3h de caminhada. Como esse trecho é em meio às rochas, foi adotada a ‘técnica’ de amarrar fitas rosas nas pedras e nas árvores para demarcar o caminho. O trecho inicial é bem puxado, com muitas pedras e grande desnível. Logo no começo já se tem a vista do imponente Cerro Paine Grande com seus 3050 m de altitude (o pico mais alto do parque) com o Glaciar do Francês encaixado logo abaixo.

Glaciar Francês

Todo o esforço é recompensadíssimo com a visão de 360° do vale florestado com as cadeias de montanhas que o cercam. Um presente para os olhos dos caminhantes.

Vale do Francês

A trilha do Lago Pehoé (Camping Paine Grande) ao Refúgio Los Cuernos

Uma boa parte dos caminhantes realiza a trilha entre os Refúgios Paine Grande e Los Cuernos junto com a subida até o Vale del Francês, cujo o início da trilha fica no meio do caminho entre os refúgios. A não ser que você tenha um ótimo preparo físico (e joelhos muito bons), recomenda-se pernoitar no acampamento Italiano e subir ao mirante do Vale do Francês no dia seguinte, bem descansado. Aliás, há uma novidade no parque: está em construção o Camping Francês, que ficará a cerca de 1 hora de caminhada a partir do Refúgio Los Cuernos em direção ao Vale do Francês. Além de fazer a subida até o mirante do Vale do francês descansado, você terá mais tempo para apreciar as belas paisagens com calma e sem a cargueira nas costas. Há ainda, pra quem não vai acampar, a opção de pernoitar no Refúgio Los Cuernos, porém o tempo de caminhada no dia seguinte vai aumentar.
Do Refúgio Paine Grande ao acampamento Italiano a distância  é de 7,6 km, cerca de 2 horas caminhando por um caminho bem tranquilo. Além de ser mais fácil, durante o percurso é possível apreciar o imponente Cerro Paine Grande de um lado, e do outro o Lago Skottsberg.

Lago Skottsberg

Chegada ao Acampamento Italiano

Mais ou menos na metade do caminho está o Camping Italiano (gratuito, porém sem chuveiro). Daqui até o Refúgio Los Cuernos são mais 5,5 km, porém a estimativa de tempo caminhando é maior, pois há muitas pedras nesse trecho e deve-se caminhar com mais cuidado. Aqui a vista é do deslumbrante lago Nordenskjöld, com suas águas em tons de verde esmeralda. Também aqui se fazem presentes os fortes ventos patagônicos, com suas rajadas possíveis de ouvir de longe se aproximando, um verdadeiro espetáculo da natureza. Já chegando ao Refúgio Los Cuernos, o caminho passa por uma praia de pedras a beira do gelado lago Nordenskjöld. Ótimo lugar pra descansar e ver mais de perto o lago.

Praia de pedra no Lago Nordenskjöld

Cachoeira emoldurada pelos picos Los Cuernos

Mais informações sobre Torres del Paine e o Circuito W:
Torres del Paine – Patagônia Chilena


  • Quer receber mais dicas de viagem?

    Então curta nossa página no Facebook
    Siga @DaPortaPraFora no Twitter
    Veja nossas fotos no Instagram

  • Comentário

    1. Oi Adriana/Gustavo,
      Estou pensando em fazer o trajeto do Refúgio Paine Grande ao Los Cuernos em apenas um dia, passando pelo Vale do Francês. Vocês sabem se é possível deixar a mochila cargueira no camping italiano e pegar na volta?
      Abraços

      • Olá Erick!
        Olha, muita gente deixa as cargueiras lá sim, mas não há guarda parque, ou seja, fica por sua conta mesmo. Geralmente o clima entre os trilheiros é solidário e ninguém costuma bisbilhotar as coisas dos outros, mas como brasileiros que somos, sempre deixamos as mochilas com cadeados. Sobre fazer a travessia do Paine Grande até os Cuernos junto com a subida ao Vale do Francês, é bem puxado. Geralmente as pessoas acampam no Italiano pra não ficar tão cansativo, mas também tem aqueles que fazem tudo no mesmo dia. Pessoalmente acho que vale a pena ir mais descansado, fica a seu critério. Boa viagem e depois conta pra gente como foi!

        • Obrigado Adriana. A minha preocupação maior mesmo seria com o peso durante a subida, mas acho que daria para fazer tudo em um dia. Como ainda quero ir para El Chaltén, eu queria finalizar todo o percurso no W em 4 dias, mas ficando apenas em refúgios. Então nem rolaria ficar no italiano.
          Vou ver direitinho e depois coloco no meu blog o meu relato !
          Um Abraço

    2. Oi Adriana e Gustavo,
      Vou para Torres Del Paine em janeiro/2017. Existe algum transporte de Paine Grande até o Refúgio Italiano, para a partir daí fazer a trilha até Los Cuernos?
      A última foto que vcs colocaram nesse post “Cachoeira emoldurada pelos picos Los Cuernos”, foi tirada em qual trilha? Preciso ir nesse lugar!!! hehe :-)
      Abraços,
      Laira

      • Oi Laira, acredito que se houver seja a cavalo. A foto da cachoeira foi tirada durante a trilha até Los Cuernos 😉

    Enviar comentário